Protegendo o design de produto: o que é desenho industrial e por que designers precisam dele
Fonte Imagem: Freepik

Quem cria designs exclusivos para acessórios, calçados, móveis ou quaisquer outros produtos, investe muito trabalho, tempo e dinheiro. É justo ter controle sobre quem tem direito de fabricar seus designs, não é mesmo? Isso pode ser feito por meio do registro de desenho industrial.

Neste artigo, vamos entender o papel do registro de desenho industrial dentro de uma estratégia de sucesso para o design de produto.

Acompanhe a leitura, e se ficarem dúvidas, procure um dos consultores da Direção Marcas e Patentes.

O que é desenho industrial

Em poucas palavras: o desenho industrial é o nome legal da forma de um objeto ou produto.

Ele protege a “forma plástica ornamental” ou “conjunto ornamental de linhas e cores que possa ser aplicado a um produto”.

Porém, para merecer proteção, o desenho industrial precisa apresentar um visual novo, original e que possa ser replicado industrialmente.

Patente de produto ou desenho industrial: como proteger o design de produto?

A patente e o desenho industrial são duas proteções jurídicas determinadas na Lei de Propriedade Industrial.

O desenho industrial protege as formas do produto. A patente protege o seu funcionamento.

Em geral, as tecnologias e formas de funcionamento dos produtos ficam a cargo de engenheiros, enquanto o designer cuida do conceito estético.

Naturalmente, muitas vezes, estética e funcionalidade são combinadas. Nesses casos, um produto pode ser protegido de duas formas: patente e desenho industrial. Isso, é claro, se usar de engenharia e design originais!

Como o registro de desenho industrial protege o design de produto

A proteção do desenho industrial é feita mediante o registro no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), a autarquia federal responsável por registros de marcas, patentes, desenhos industriais, indicações geográficas e outras figuras jurídicas.

Quando o INPI concede o registro de desenho industrial a um designer ou empresa, essa pessoa ou empresa irá obter a propriedade sobre o design.

Quais produtos podem ser registrados como desenho industrial?

A regra é que o design registrável como desenho industrial precisa:

  • ser novo;
  • não reproduzir outro design;
  • não estar compreendido no estado da técnica;
  • ser passível de aplicação industrial (fabricação);
  • ter caráter estético, não podendo ser apenas a forma necessária do objeto ou apenas um design criado mediante considerações técnicas ou funcionais;
  • não ser contrário à moral e aos bons costumes, não ofenda a honra ou imagem de pessoas;
  • não atentar contra liberdade de consciência, crença, culto religioso ou idéia e sentimentos dignos de respeito e veneração.

Inclusive, o design pode ser também uma combinação de elementos. Não é preciso que todos os elementos sejam originais, apenas que a combinação deles seja.

É muito importante que o design possa ser fabricado – mesmo que, na época do pedido de registro, ele ainda não tenha sido fabricado. Os designs de fins puramente artísticos não são registráveis como desenho industrial.

Estratégia para designers protegerem seus produtos

Na área do design de produto, muitas pessoas ficam confusas entre direitos autorais, patente, desenho industrial e até mesmo marca tridimensional. Realmente, vários conceitos se cruzam e pode ser difícil chegar à melhor estratégia de proteção do seu produto!

Por isso, é importante que o designer ou empresa de design contem com assessoria jurídica especializada em Propriedade Industrial.

Uma empresa especializada poderá orientar o designer ou a empresa sobre:

  • registro de desenho industrial no INPI;
  • exame de mérito de desenho industrial;
  • contratos de cessão de direitos de Propriedade Industrial;
  • notificações ou processos contra violação de desenho industrial;
  • e outros aspectos jurídicos de extrema importância.

A Direção é uma consultoria especializada em direitos de Propriedade Industrial (marcas, patentes, desenhos industriais) e Propriedade Intelectual (direitos autorais, programas de computador) em geral.

Estamos há mais de 18 anos no mercado e atendemos empresas e profissionais autônomos em todos os Estados do Brasil.

Para falar com um de nossos consultores, acione um dos contatos nas laterais dessa página. Estamos à disposição por telefone, Whatsapp e e-mail.

Também estamos à disposição para assessorá-lo por meio do telefone: 0800-728-7707 ou preencha o breve formulário do nosso site.