O registro de Indicação Geográfica, no modelo Indicação de Procedência, entregue no dia 11 de abril, garante a origem e a qualidade da renda irlandesa de Divina Pastora, em Sergipe. Trata-se de uma renda singular, em que a textura e sinuosidade dos desenhos se combinam de modo especial. Isto confere ao produto um diferencial em relação às rendas produzidas em outros estados brasileiros.

O modo de fazer renda irlandesa foi incluído no Livro de Registro dos Saberes e reconhecido como Patrimônio Cultural do Brasil, em 2008, pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

A Indicação Geográfica, concedida pelo INPI, agrega valor e credibilidade a este produto, conferindo um diferencial de mercado em função das características de seu local de origem.

O certificado de registro desta Indicação Geográfica foi entregue por Pablo Regalado, da Diretoria de Marcas do INPI, em cerimônia que contou com representantes do Sebrae/SE, da Prefeitura Municipal de Divina Pastora e da Associação para o Desenvolvimento da Renda Irlandesa da cidade.

Fonte: http://www.repositorio.ufal.br/