Registre a
Fonte Imagem: UNPLASH

A área de vestuário é uma das mais versáteis e rentáveis, favorecendo uma experiência offline, mas também crescendo cada vez mais no online.

Preço, estilo, gênero e idade são alguns dos nichos desse mercado, que estão ligados a um fator essencial: a marca. Como escolher o melhor nome para uma loja de roupas e garantir diferenciação e exclusividade?

Naturalmente, a escolha entre as ideias para nomes de lojas de roupas depende do gosto, decisão e intuição do empresário. Porém, podemos te ajudar com algumas direções.

Neste artigo, você vai conhecer o que a lei diz sobre os nomes que você não pode usar na sua loja de roupas. Além disso, vai aprender como protegê-lo para que os concorrentes não copiem. Acompanhe!

O que evitar ao escolher o nome de uma loja de roupa

Para que o nome da sua loja de roupas tenha maior diferenciação no mercado e maiores chances de conseguir proteção legal, você pode evitar elementos como:

  • Nomes iguais ou parecidos com o de lojas grandes e famosas;
  • Nomes de filmes ou músicas (exceto se forem expressões de uso comum), pois você pode ter problemas relacionados a direitos autorais;
  • Expressões genéricas ou que sejam uma mera descrição do que a sua loja faz, mesmo que sejam em inglês. Por exemplo: “Moda Fashion” é uma marca fraca e com altas chances de não conseguir proteção legal;
  • Nomes de pessoas famosas (pois o uso de nomes de pessoas requer permissão);
  • Palavras que possam ser ofensivas a raças, culturas, religiões;
  • Slogans (por exemplo: “A loja dos preços mais baratos da cidade” é uma expressão considerada como sinal de propaganda, não é um nome para uma marca);
  • Nomes de outras cidades, Estados ou países.

Atenção! Esta lista contém apenas alguns elementos que a Lei de Propriedade Industrial afirma que não são registráveis como marca.

Para conhecer todos os elementos e verificar se o nome escolhido por você não é registrado por outra empresa, procure um profissional especializado em Propriedade Industrial (a área do Direito que trata sobre registros de marcas). Ele poderá fazer uma busca de anterioridade de marca e confirmar se o nome que você quer já tem registro na sua classe de marca.

Você também pode contratar um profissional especializado em branding ou naming para te ajudar a escolher o melhor nome. Mas lembre-se que esses profissionais atuam na área da comunicação e negócios. Nem sempre eles têm o aparato jurídico para verificar se a Lei permite o registro da marca. Por isso, é sempre bom contar com uma assessoria de Propriedade Industrial também.

Como proteger o nome da sua loja de roupa

Escolher o nome de uma loja de roupa é uma decisão difícil, pois envolve questões estratégicas, criativas e jurídicas.

Após tomar esse passo, é fundamental buscar a proteção jurídica do nome da sua loja, para que ela se transforme oficialmente em uma marca.

Quando um nome ou logotipo é registrado como marca, torna-se um ativo empresarial, protegido por lei, e até mesmo com valor financeiro e contábil.

Para isto, é preciso entrar com o pedido de registro de marca no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), órgão federal competente para o processamento de pedidos e expedição de certificados de registros de marcas, patentes, desenhos industriais e outros bens.

O registro da marca não deve ser confundido com o registro da empresa, ou abertura da empresa (CNPJ).

Por isso, além de escolher o nome e transformá-lo em um nome empresarial (abrindo a empresa), é essencial buscar também o registro no INPI. Só ele te dará o direito de usar o símbolo de marca registrada ou copyright (®), além de trazer outros benefícios. Para saber mais, confira nosso artigo:

Proteção do registro de marca: conheça 15 direitos e benefícios

E para conversar com um dos nossos profissionais especializados em Propriedade Industrial e registro de marcas, só falar conosco em um dos canais a seguir:

Fale conosco: 0800-728-7707

Site: https://direcaoconsultoria.com.br

E-mail: sac@direcaoconsultoria.com.br