Fraudes pelo correio em Registro de Marcas

Durante esse processo de registro de marca, muitas pessoas já receberam boletos do INPI (autarquia federal) em sua casa, e pagam, acreditando que as taxas são necessárias para a proteção da marca. Mas será que são mesmo? E será que esses boletos são realmente do INPI?

Tome muito cuidado! Pode se tratar de um golpe de marca.

Neste artigo, você vai entender tudo que precisa observar para saber se o boleto é uma fraude, por que esse tipo de golpe acontece e como escapar dele, procurando uma empresa idônea.

Acompanhe!

Recebeu boletos do INPI na sua casa? Será que são do INPI mesmo?

Primeiramente, dê uma boa olhada no boleto que você recebeu. Será que realmente foi enviado pelo INPI, a autarquia federal que registra marcas?

É preciso evitar tomar atitudes precipitadas. Preste muita atenção nos detalhes, pois muitas vezes, são eles que denunciam o golpe de marca.

Existem empresas especializadas em golpes de marca.

Aliás: às vezes, nem são empresas de verdade, registradas na Junta Comercial e em dia com a Receita. São indivíduos ou grupos de pessoas que se juntam para aplicar golpes, usando dados de pessoas e marcas que encontram na Internet ou em bancos de dados adquiridos de forma ilícita.

Detalhes importantes para identificar um golpe de marca

  • É provável que se trate de um golpe de marca quando o texto da “cartinha” ou até dos campos do boleto tem muitos erros de Português. Ou quando o seu nome, o nome da marca ou até o nome do INPI está escrito errado (por exemplo: você sabia que o correto é Instituto Nacional daPropriedade Industrial, e não de Propriedade industrial?).
  • Se o boleto for emitido por um outro banco que não seja o Banco do Brasil, desconfie! Todos os boletos do INPI são Guias de Recolhimento da União (GRU) geradas pelo próprio usuário ou seu procurador no sistema do INPI, e são emitidos pelo Banco do Brasil.
  • Outro detalhe estranho é referente ao valor: todas as taxas cobradas no processo de registro de marca seguem a Tabela de Retribuições do INPI, nenhum valor pode ser maior, menor, nem um centavo diferente do que está neste documento oficial!
  • Um detalhe importante diz respeito ao acompanhamento do seu processo. Se você tem uma empresa cuidando do seu processo de registro de marca, é ela quem irá realizar todos os atos necessários no processo. Quando for preciso pagar uma taxa, ela vai te avisar.
  • Por fim, se nenhum desses detalhes foi suficiente para apontar a fraude, vamos ao último e mais importante:o INPI NÃO envia boletos em domicílio. 

Boletos do INPI gerados pela Internet são fraude de marca?

Conforme dissemos, o INPI não emite nem envia boletos diretamente. Os boletos referentes às taxas do registro de marca são gerados por iniciativa do titular do pedido, ou pelo seu procurador, que pode ser pessoa física ou jurídica.

Outro detalhe importante é que os boletos são gerados pela Internet, pelo sistema digital do INPI.

Existem muitas empresas de assessoria em registro de marca no mercado, e muitas atendem de forma 100% online. Isso não significa que não são empresas idôneas. Afinal, o processo de registro de marca também é feito de forma 100% digital, então é normal que a empresa trabalhe dessa forma.

Aprenda mais sobre isso no nosso artigo: Saiba se é confiável registrar marca pela Internet

Sobre a Direção Marcas e Patentes

A Direção Marcas e Patentes está no mercado há mais de 20 anos, é cadastrada como escritório procurador no INPI. Nosso diretor, Carlos Eduardo Gomes da Silva, é advogado, agente da Propriedade Industrial e membro da Associação Brasileira dos Agentes da Propriedade Industrial – ABAPI.

Para conversar com um de nossos especialistas em Propriedade Industrial, salve o nosso número no Whatsapp ou ligue: 0800-728-7707

Site: https://direcaoconsultoria.com.br

E-mail: sac@direcaoconsultoria.com.br