No dia 12 de maio, celebra-se o Dia da Enfermagem e do Enfermeiro, uma profissão que merece todo o reconhecimento e prestígio.

Se você é enfermeiro, profissional de saúde ou gestor de estabelecimento de saúde, deve fazer uso de algum canal digital para divulgar seu trabalho — seja um website, blog, ou perfil em redes sociais.

Mas cuidado para não colocar o seu trabalho a perder, dando margem para concorrentes se passarem por você ou copiarem sua marca.

Fortaleça-se, proteja sua imagem e seu trabalho por meio do registro de marca.

Neste artigo, você vai entender como funciona o registro de marca para enfermeiros e estabelecimentos de saúde!

A atuação dos enfermeiros nas redes sociais durante a pandemia

A data escolhida para comemorar o Dia da Enfermagem e do Enfermeiro se deu em homenagem ao aniversário de Florence Nightingale (nascida em 12 de maio de 1820). Ela faleceu em 1910 e deixou um grande legado, sendo considerada a fundadora da enfermagem moderna.

Em 2021, a celebração do Dia da Enfermagem e do Enfermeiro vem em um momento que o Brasil e o mundo precisa deles de uma forma muito urgente e especial. A pandemia do coronavírus ainda faz muitas vítimas, e os profissionais da saúde são essenciais no combate à Covid-19.

Apesar da alta carga de trabalho e responsabilidade, do esgotamento físico e emocional, muitos profissionais e estabelecimentos de saúde conseguiram encontrar tempo e disposição para colocarem seus projetos em ação durante a pandemia. Assim, conseguiram muito destaque e projeção nas redes sociais, com marketing digital e conteúdo, compartilhando informações sobre saúde, segurança e proteção contra a Covid.

Porém, com o crescimento e popularidade na Internet, surge um outro risco: o risco de ter o seu nome ou logotipo copiado.

Cópias, perfis falsos e uso indevido de marca: como o registro de marca pode ajudar

Muitas pessoas e empresas que usam a Internet e as redes sociais para crescer profissionalmente ainda não se enxergam como uma marca.

A marca nada mais é que um nome, expressão, símbolo ou logotipo misto que identifica um produto ou prestador de serviços.

A legislação brasileira protege esses sinais de identificação, sobretudo, por meio do registro de marca efetuado pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI).

Por exemplo: quando uma clínica registra seu nome de trabalho no INPI, este nome passa a ser uma marca registrada. Assim, a clínica tem exclusividade sobre esse nome. Nenhuma outra clínica no Brasil poderá registrar o mesmo nome, e inclusive, se usar informalmente de forma que prejudique a outra, a clínica que detém o registro poderá solicitar que a outra pare de usar o nome.

O registro de marca também oferece mais respaldo para quem busca reivindicar nomes de domínio, usernames do Instagram, Twitter, TikTok etc.

Profissionais e estabelecimentos de saúde precisam do registro de marca?

O registro de marca no INPI não é uma condição obrigatória para exercer uma atividade profissional. Mas é fundamental para quem tem a intenção de trabalhar por muito tempo com o mesmo nome.

A falta do registro de marca deixa uma lacuna, ou seja: se você trabalha com uma marca e não a registra, é como se estivesse abrindo mão dos seus direitos sobre a marca. E sendo assim, pode surgir outro interessado que faça pela marca o que você não fez.

Se esse interessado registrar a marca, ele pode até mesmo te notificar ou processar, para que você pare de usar a marca que agora é dele.

Se você não quer passar por isso, é de grande importância solicitar o registro de marca no INPI.

Registro de marca e registro de nome empresarial

Muitos profissionais perguntam se o registro da empresa no CNPJ ou na Junta Comercial protege o seu nome. Se o que você busca é exclusividade para esse nome, a resposta é: não!

O registro da empresa tem uma finalidade diferente. Ele resguarda apenas o cadastro da pessoa jurídica para fins de identificação dentro do banco de dados de empresas do Brasil ou de cada Estado. O CNPJ não resguarda a exclusividade de uso de um nome ou logotipo.

Solicitando o registro de marca para enfermeiros e estabelecimentos de saúde

O processo de registro de marca começa com a preparação do pedido administrativo, pagamento da Guia de Recolhimento da União e protocolo no sistema e-Marcas do INPI.

A Direção Marcas e Patentes é um escritório cadastrado no INPI, atuante nesse mercado há 20 anos. Já assessoramos mais de 14.000 marcas de todas as partes do Brasil.

Para conversar com um de nossos especialistas em Propriedade Industrial, salve o nosso número no Whatsapp ou ligue: 0800-728-7707

Site: https://direcaoconsultoria.com.br

E-mail: sac@direcaoconsultoria.com.br