Apple registra patente de bateria flexível

Na semana passada um pedido de patente da Apple foi publicado pelo United States Patent and Trademark. Os detalhes do pedido mostram a criação de uma bateria com formato flexível, sugerindo que a empresa está explorando soluções para produtos futuros que podem assumir formas diversificadas.
A patente, que foi apresentado em dezembro de 2011, inclui uma bateria flexível que consiste em várias células diferentes conectadas através de uma camada laminada, projetada para “permitir que a bateria seja moldada para encaixar em qualquer dispositivo, assumindo sua forma”.
Os aparelhos eletrônicos estão presentes na sociedade e podem ser encontrados em tudo, desde telefones celulares portáteis até relógios de pulso. Muitos destes dispositivos eletrônicos exigem algum tipo de fonte de energia portátil. Muitos desses dispositivos eletrônicos também têm formatos únicos e, por causa disto, a fonte de alimentação portátil que se encaixa bem em um dispositivo, pode não se encaixar com facilidade em outro.
Além disso, esses dispositivos de forma única, muitas vezes exigem organizações flexíveis de bateria e as baterias convencionais são, muitas vezes, rígidas demais para se encaixar com facilidade nestes dispositivos.
Por exemplo, as baterias de íons de lítio, como as células da bateria de polímero de lítio, são bastante rígidas e dobrá-las repetidamente pode causar danos às células da bateria e, consequentemente, falha na bateria.
A patente da Apple também sugere que uma bateria flexível poderia ter certas células removidas para incorporar outros equipamentos, como coolers, flashes, ou uma câmera, permitindo que a bateria se encaixe perfeitamente em um espaço pequeno.
Segundo a Apple, a sua solução de bateria flexível poderia ser usada em uma série de dispositivos, incluindo relógios de pulso, calculadoras, computadores portáteis, tablets e players de música.
Um pedido de patente publicado em março e um anúncio de emprego em abril sugerem que a Apple pode estar desenvolvendo iPhones construídos com displays flexíveis envolventes, e tais projetos provavelmente devem incorporar a bateria flexível detalhada  nesta patente.
Nas últimas semanas, a Apple registrou a marca iWatch em vários países e, segundo rumores, a empresa tem 100 designers de produto que trabalham no relógio que deve ser lançado  em 2014.