Sua marca está protegida para crescer em 2021?

Fonte: Freepik

Em todo início de ano, pessoas em todo o Brasil tiram do papel o seu plano de abrir um negócio, ou, se já têm um, investem em estratégias para expandi-lo. Porém, muitas falham ao deixar de proteger o patrimônio e ideias investidas na criação do nome e identidade visual da empresa. Será que sua marca está protegida para crescer em 2021?

Neste artigo, você vai conferir:

  • como proteger o nome da sua empresa;
  • o primeiro passo a ser tomado após a escolha do nome;
  • a diferença entre registro do nome no INPI e em outros órgãos;
  • como garantir o domínio (website) na Internet;
  • a diferença entre registro de marca e domínio;
  • os riscos de aquisição de domínio sem registro da marca no INPI;
  • por onde começar para proteger sua marca em 2021.

Acompanhe!

Como proteger o nome da sua empresa

Após escolher o melhor nome para a sua empresa, é hora de protegê-lo para garantir direitos de uso com exclusividade.

O primeiro passo deve ser buscar o registro desse nome como marca perante o Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI).

Nenhuma outra ação, registro, contrato, aquisição de domínio ou perfil em rede social, ou qualquer outro ato efetuado de forma privada ou perante outro órgão, terá a mesma eficácia.

A marca é a figura jurídica que cria a propriedade sobre um signo distintivo, isso é: um nome, logotipo, figura ou forma tridimensional.

Por isso, para proteger o nome da sua empresa, comece a vê-lo como uma marca e providencie o pedido de registro no INPI.

Esse registro é finalizado após um processo administrativo, no qual os técnicos do INPI analisarão seu pedido conforme as diretrizes da legislação de marcas (Lei n.º 9279/96 e Resoluções do INPI).

Como conseguir o melhor domínio

Marcar presença na Internet é fundamental para a estratégia de qualquer negócio.

Para isso, é importante ter um site com um domínio que corresponda ao nome da sua marca, com extensão .com; .com.br; .net; ou outras.

É possível fazer essa pesquisa diretamente nos sites que vendem domínios.

Mas lembre-se de que garantir um bom domínio é uma estratégia de negócio, não é uma estratégia jurídica.

O domínio não tem validade jurídica para fins de proteção de uma marca.

Inclusive, caso você tenha um domínio sobre uma marca registrada por outra pessoa, você pode perder o domínio mediante decisão em processo judicial.

Por onde começar para proteger sua marca em 2021

Procure especialistas em criação e proteção de marcas.

São profissionais diferentes.

O especialista em criação de marcas (ou branding) tem o conhecimento e habilidade específicas para ajudar na criação de um nome, logotipo, identidade visual e manual da marca. Ele irá te ajudar não somente na parte de design gráfico, mas também na parte referente aos significados embutidos na marca, com a mensagem que você quer transmitir ao público por meios conscientes ou inconscientes.

O especialista em proteção de marcas é o consultor em Propriedade Industrial, ou agente da Propriedade Industrial. Ele irá te ajudar a providenciar o registro da marca no INPI.

São trabalhos diferentes, mas que se complementam.

Muitas vezes, a melhor escolha criativa para a marca não é a melhor escolha jurídica. Pode acontecer de o nome escolhido já ser registrado, ou ser irregistrável conforme as regras e proibições legais, ou apresentar outros entraves. Um consultor especializado em Propriedade Industrial e registro de marcas saberá te orientar nesse sentido.

A Direção Marcas e Patentes atua há mais de 18 anos no ramo de Propriedade Industrial, assessorando profissionais autônomos, artistas, empreendedores e empresas de todos os portes no registro de suas marcas.

Converse com um de nossos consultores clicando no botão de Whatsapp na lateral desta página.

Também estamos à disposição para assessorá-lo por meio do telefone: 0800-728-7707.

Compartilhe esse post!


Ir ao Topo