fbpx

produtos falsificadosVistos como aparentemente normais, os produtos falsificados, na verdade, atingem negativamente diversos setores da indústria.

Recentemente, com a pandemia do Coronavírus se espalhando por todo o mundo, até mesmo o álcool gel foi substituído por gel de cabelo, e colocado em embalagens falsas do produto.

A falsificação causa diversos problemas ao titular da marca de um produto. Além disso, os produtos falsificados trazem problemas para quem os utiliza também, pois não se faz ideia da origem da sua matéria prima.

Produtos falsificados e proteção de marca

A Lei da Propriedade Industrial – 9.279/96, é quem regula esse tipo de questão. De acordo com ela, a propriedade da marca é adquirida pelo registro validamente expedido pelo órgão federal responsável, no caso do Brasil é o Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI).

Este certificado assegura ao seu titular o uso exclusivo daquela marca registrada, em todo o território nacional.

O objetivo do registro é a proteção legal da marca contra a concorrência desleal, evitar confusão passível de causar perda de clientela – quando acontecem marcas parecidas, além de coibir a imitação de toda ou parte da marca de terceiros.

Prejuízos causados pelos produtos falsificados

A contrafação, ou falsificação, traz diversos prejuízos para a economia. De acordo com a Associação Brasileira de Combate à Falsificação (ABCF), o último levantamento, mostrou que a falsificação de produtos, pirataria e contrabando, causaram um prejuízo de 160 bilhões aos cofres públicos, em 2018.

Prejuízos causados pelos produtos falsificados

A contrafação, ou falsificação, traz diversos prejuízos para a economia. De acordo com a Associação Brasileira de Combate à Falsificação (ABCF), o último levantamento mostrou que a falsificação de produtos, pirataria e contrabando, causaram um prejuízo de 160 bilhões aos cofres públicos, em 2018.

Isso mostra como todos os setores da sociedade são afetados pelo problema.

Veja os principais aspectos negativos da falsificação de produtos:

Má experiência para o cliente

Quando o consumidor é enganado com um produto falso, ele irá associar isso à sua marca. Nem sempre, no momento da compra, o cliente consegue distinguir um produto original de um falsificado.

Prejuízos financeiros

Em consequência da má reputação que os as falsificações trazem para a marca, os clientes afetados podem deixar de consumir os produtos. Além disso, podem fazer um marketing negativo sobre a empresa.

A receita também pode ser afetada devido à compra dos produtos falsificados, que custam menos que os originais.

Perigos à saúde

Muitas falsificações podem causar danos à saúde do usuário. Alguns exemplos que podem ser citados são os óculos de sol, cigarros, remédios, peças de veículos, entre outros.

Todos esses itens, quando de má procedência, colocam em risco a vida do consumidor.

Por isso, evite ser conivente com esse crime e colocar sua saúde em risco. Certifique-se sempre de comprar produtos originais e desconfie quando a oferta for fora do padrão.

Compartilhe esse post!


Ir ao Topo